Viajam

Aeroporto com crianças? 5 dicas para facilitar sua vida

Aeroporto com crianças? 5 dicas para facilitar sua vida.

Se você não conseguiu fugir de uma longa escala num aeroporto, não se desespere, há boas chances de se divertir. Bom, conosco é assim. Desde 2009, no intuito de economizar nos gastos com passagens aéreas e consequentemente manter o ritmo das viagens intacto, passamos a dar prioridade a vôos com escalas. E esse tipo de caminho tem, como tudo na vida, vantagens e desvantagens. As vantagens são, no nosso caso, bem superiores. Por exemplo, acabamos conhecendo um novo destino. Isso, numa casa onde tem um mapa mundi pregado na parede da sala, faz toda a diferença. Uma outra enorme vantagem é o fato de normalmente você conseguir bons preços. O que numa família de 4 também é um ponto bastante favorável. Mas, como tudo tem seu lado negativo, vamos a ele. Esse tipo de trajetória alongará consideravelmente o seu percurso e possivelmente te deixará um tempinho a mais no aeroporto. Explico: É que se você não organizar bem o roteiro pode ser que na ida ou na volta não consiga usar a sua escala como stopover e aí amigo é chá de cadeira no aeroporto.

Veja mais sobre voar com escala aqui.

Bom, mas para quem ama viajar, nem isso é problema. Já ficamos até 10 horas esperando conexão, então posso dizer, literalmente de cadeira, que temos experiência no assunto. Por isso, se você for passar pelo mesmo, com crianças, aí vão dicas preciosas:

Aeroporto_SP
No chão também é confortável.

1- Ache um lugar tranquilo para ficar (pode ser no chão mesmo).

Vocês estarão carregados de malas e precisarão ter olho em todas, principalmente naquelas que se locomovem sozinhas, vulgo crianças. Importante encontrar um lugar conveniente para carregar os aparelhos eletrônicos, caso sejam usados, ou próximo aos banheiros, se quiser realmente tranquilidade, pois se as crianças forem bem pequenas, você não vai querer percorrer corredores e mais corredores segurando uma bolota para ser trocada, e se forem do tamanho que já vão sozinhas ao banheiro, você ficará mais tranquilo se puder acompanhar todo o trajeto.

2- Explore a área.

Os pequenos amam reconhecimento de terreno. Explore os andares do aeroporto. Visite lojas, restaurantes, banheiros. Tudo vale.

3- Tenha papel e caneta. Aqui vão quatro opções de uso.

Sei que hoje os dispositivos eletrônicos tomaram conta do planeta e do cérebro dos pequenos (e de muitos grandinhos também), mas o bom e velho conjunto de papel e caneta pode salvar a pátria.

Jogar Adedanha, por exemplo, é um ótimo recurso. Aquela em que você coloca vários itens a serem completados com a mesma letra, tipo: carro, nome, animal, fruta… Neste caso você pode soltar sua criatividade e incluir desafios que tenham a ver com a viagem como cidades a serem visitadas, tipo de comida…

Outra dica ótima que envolve papel e caneta é pedir que eles listem o que mais gostaram, no caso da escala ser no retorno, ou aquilo que mais desejam ver, no caso da escala ser na ida. Nesse quesito, dependendo da idade ou da habilidade do seu pequeno, você também pode substituir a lista por um desenho.

E ainda pode improvisar um “Imagem e Ação”, dividindo o grupo em duplas e desenhando para descobrir alguma coisa que vocês fizeram que marcaram a viagem. Divertidíssimo. Pode te proporcionar ótimas gargalhadas.

Também funciona achar um postal e pedir que escrevam para um amigo ou para os avós, padrinhos, primos, contando as aventuras da viagem.

4- Faça um lanche.

Porque ninguém é de ferro.
Porque ninguém é de ferro.

Como ninguém é de ferro, comer faz bem e nestes casos pode-se conciliar alimento e diversão. Opte por experimentar sabores da região. Tenho certeza que vai se divertir com as caras e bocas que os pequenos farão.

5-  Por fim, ceda aos eletrônicos.

Reserve um tempinho para que joguem, postem fotos da viagem ou assistam um filminho no laptop. Afinal, esse mundo está cada vez mais conectado mesmo e negar isso seria um despropósito.

Dependendo do aeroporto e do tamanho da criança que você transporta (rsrsrsrs), vocês ainda podem bater uma bolinha (feita de meia, se não tiver a de verdade), jogar cartas ou mesmo tirar uma soneca. Tudo vale por uma boa viagem. E tenham certeza, o que parecia exaustivo e extenuante pode se tornar um dos pontos altos do passeio. Só depende de você! Boa viagem!

Post Anterior

O que meu filho vai ser quando crescer?

Próximo Post

Vôo direto ou com escala?

Comentários

  1. Marcia Cea
    8 de junho de 2015 at 12:59 — Responder

    Querida Karin, você deu dicas muito boas para os pais que, no momento da viagem, só veem a dificuldade e não a criatividade sugerida por você. Vou repassar para amigos com filhos, com certeza vai ajudar muito!!! Beijos nas crianças. Marcia Cea

    • 9 de junho de 2015 at 08:08 — Responder

      Ah Marcia, que bom que gostou. A gente faz o que pode, afinal cada minutinho dessa vida conta, né? E tudo pode virar uma grande experiência. Um beijo grande!

  2. Liana
    8 de junho de 2015 at 13:56 — Responder

    Ótimas dicas para quem tem crianças. Muito legal. Bjs

    • 9 de junho de 2015 at 08:09 — Responder

      Valeu Liana. A gente vai se virando para transformar cada minutinho numa experiência bacana. Às vezes dá certo… rsrsrsrs Um beijo enorme!

  3. Márcia
    8 de junho de 2015 at 16:29 — Responder

    Muito bom ! Adorei as dicas!

    • 9 de junho de 2015 at 08:10 — Responder

      Que legal, Márcia! Posso garantir que funcionam. Testadas pessoalmente! rsrsrsrs Beijo!

  4. 8 de junho de 2015 at 22:21 — Responder

    Lindo como tudo que você faz beijos

    • 9 de junho de 2015 at 08:11 — Responder

      Ah Solange, que lindo! Obrigada pelo carinho de sempre! Um beijão!

  5. Rafaela Lima
    9 de junho de 2015 at 23:04 — Responder

    Uma graça, como sempre! Amei as dicas! Realmente funcionais! Mamãe pensando em tudo, não é mesmo? Parabéns! Sou sua fã!

    • 10 de junho de 2015 at 07:27 — Responder

      Hahahaha! Pois é mamãe e papai dando um jeitinho de fazer de um limão uma limonada. Bom te ver por aqui. Um beijo!

  6. Rafaela Lima
    16 de junho de 2015 at 10:51 — Responder

    Karin, já passei suas dicas para uma amiga que tem crianças e vai viajar. Passei seu blog também e ela amou. Ela ficou igualmente encantada com as fotos. Abração pra você e seus fofos.

    • 17 de junho de 2015 at 10:09 — Responder

      Obrigada, Rafaela. Que bom que ela gostou. Seja bem vinda sempre! Bjs

Deixe seu comentário aqui.